quarta-feira, 6 de dezembro de 2006

Dizem que é uma espécie de música...




Já há algum tempo que procurava destacar a música “Carta” dos Toranja como uma das mais significativas da minha vida, só não encontrei a oportunidade certa...Encontrei-a numa das belas noites de Domingo, por sinal a última, em que, entre uma lareira acesa e um ecrã de televisão, vi uma espécie de música que me fez recordar a “Carta” original...

O vídeo tem 5 minutos e 42 segundos mas vale a pena assistir do princípio ao fim porque, mesmo não sendo por amor é de um interesse muito grande, fazendo-nos reflectir sobre a vida sexual dos Zés Diogos Quintelas do campeonato sexual português...És só relativamente o Hino ao Flirt mais bem conseguido de todos os tempos, conseguindo ser melhor que o “Pimba” do Emanuel, de facto não há palavras para descrever esta obra de arte, por isso só me apetece dizer...lalalalalalala...

Talvez não fosse este o melhor destaque que poderia fazer à música original, mas este foi talvez o melhor destaque que os tarecos mal cheirosos poderiam ter feito a esta música...Por isso, do que estão à espera para clicar no play?

P.S.: Brevemente, o meu destaque a esta música, num monitor perto de si...

7 comentários:

Anónimo disse...

Olá!! Espero que continues por muito mais tempo. Identifico-me muito com os teus textos, embora, nem sempre comente... Continuo a vir cá muitas vezes. Beijinhos!LoL

Anónimo disse...

Todo este Teu Sempre encantador jeitinho de "trabalhar", explorar, ou simplesmente abordar a música ou qualquer outro tipo de arte fascina-me mais e sempre mais na medida em que me faz pensar como se torna possivel relacionar as coisas quaisquer que sejam de uma forma tão perfeita e de modo a transmitir a mensagem pretendida;)Bem, é um facto... és Demais;)
A "Carta" dos Toranja é para mim um dos mais belos exeplos de música Portuguesa que corresponde ao sentido continuo de permanência não apenas momentânea na minha vida, no meu pensamento ou no meu coração.
Sempre gostei muito de escutar esta música e mais recentemente tive a oportunidade de a ver em video e ai tive mais certezas da simplicidade complexa da letra, por ser a música que talvez mais lágrimas tenha aconchegado nas noites de solidão... ;)
Sem dúvida, Uma Música para mais tarde recordar e recordar e voltar a recordar...;)
Beijinho Grande Para Ti AMIGO;)

Gonçalo disse...

Querida Né:

A minha intenção passa pela continuidade nesta área da escrita que me dá prazer e que me faz crescer...O meu desejo também passa pela participação crescente neste blog, incluindo a tua claro;) Beijinhos grandes:)

Gonçalo disse...

"Todo este Teu Sempre encantador jeitinho de "trabalhar", explorar, ou simplesmente abordar a música ou qualquer outro tipo de arte fascina-me mais e sempre mais na medida em que me faz pensar como se torna possivel relacionar as coisas quaisquer que sejam de uma forma tão perfeita e de modo a transmitir a mensagem pretendida;)Bem, é um facto... és Demais;)"

Bem, não havia mais nenhuma palavra elogiosa para me deixares sem jeito;) Obrigado pela tua simpatia, mas não exageremos, ainda sou um bebé na escrita e na forma de abordar as emoções...

"A "Carta" dos Toranja é para mim um dos mais belos exeplos de música Portuguesa"

Exemplo é com M...:)LOL

"Sempre gostei muito de escutar esta música e mais recentemente tive a oportunidade de a ver em video e ai tive mais certezas da simplicidade complexa da letra, por ser a música que talvez mais lágrimas tenha aconchegado nas noites de solidão... ;)"

A música tem o condão de nos preencher espaços vazios e de solidão, o receio é ser usada de forma excessiva nestas situações, sinal de que estas situações persistem...Não deixes que a solidão se instale em ti, és mais forte do que ela e quando as forças estiverem reduzidas pensa na família e amigos que te acompanham no teu caminho do sucesso.Orgulhosamente sou um deles;)
Beijinhos grandes:)

Maria disse...

Bom texto! FELIZ NATAL!

Gonçalo disse...

Querida Maria:

Muito obrigado e um Feliz Natal também para ti;)

Anónimo disse...

Esta é uma das musicas que eu identifico como sendo a NOSSA musica e sempre que a ouço arrepio-me dos pés à cabeça, fico com a sensação de que estas ali ao meu lado.
Sou invadida por recordações que me adoçam o espirito e me põem a quilómetros de distância, talvez sentada em frente a ti de mão dada a ouvir a tua voz forte e meiga contando algo(sei que nao tem acontecido mas ainda gosto muito desses momentos).
Um Beijo doce para ti
Cátia