sexta-feira, 29 de dezembro de 2006

Globos de Ouro (versão menos séria)


Abertura do ano: Casa da Música no Porto (quem espera sempre alcança...)

Livro do ano: Eu, Carolina (por Carolina Salgado, a maior ameaça a Margarida Rebelo Pinto)

Acontecimento do ano: leitura do livro “Eu, Carolina” pelo Ministério Público ( e pela demora, uma leitura reflexiva sobre o seu conteúdo)

Regresso do ano: Professor Cavaco Silva (sem comentários)

Revelação do ano: Mickael Carreira (Filho de peixe sabe nadar, ou talvez não...)

Confirmação do ano: Justiça Portuguesa (não há dúvidas, é mesmo lenta)

Penteado do ano: Paulo Bento (um prémio ganho com muita dranguilidade)

Cabeçada do ano: Zinedine Zidane (também considerada a despedida do ano)

Programa do ano: Clube Morangos (a prova de que há tachos para todos)

Figura do ano: Floribella (ficção mais ficção não há)

Grupo musical do ano: 4Taste (os pais do novo rock português, uma ideia TVI)

Música do ano: Relativamente Feia (o Hino ao Flirt mais bem conseguido de todos os tempos)

Stand-up Comedian do ano: António Fiúza (e os seus sketches sobre o Caso Mateus)

Piada do Ano: (talvez não seja a melhor mas é a mais recente) Empregada de Pronto-a-Vestir vira-se para mim e pergunta: Para si é o tamanho S? LOL

Desilusão do ano: fim do namoro de Merche e Ronaldo (taditas das revistas cor-de-nada)

Ilusão do ano: o aumento do emprego - nas palavras do mágico José Sócrates...



...Em aberto para mais atribuições ou reformulações dos prémios oferecidos...Sejam criativos:)

1 comentário:

Joao Moreira disse...

acertaste em cheio!eheh