quinta-feira, 8 de março de 2012

Perdas!

Perdas próximas em pouco tempo em circunstâncias pouco comuns. No trabalho, em casa, ou na amizade em dia de aniversário, a morte é sempre motivo de reflexão e dor. A maior dor possível é o vazio da perda e a ausência do tudo desconhecido! A sensação do arrependimento das palavras não ditas! O fim!

Mas também fica a vontade de cuidar dos vivos! A vontade de cuidar de nós próprios! Viver intensamente! Amar sem freios! Expressar e sentir! Não deixar nada por dizer! Usar do elogio fácil! E recordar heranças deixadas para viver melhor!

Vivam, vivam...

Imagem: http://blogdamarcianeri.blogspot.com/2011/11/o-poder-da-lagrima.html
Música: Toranja - Fim

11 comentários:

Susaninha disse...

SEM DUVIDA...VIVER :)

Susaninha disse...

VIVER...SEM DUVIDA:)

Carolina Tavares disse...

Acho válido quando utilizamos as perdas como força para expressarmos os nossos afetos mais livremente, sem deixar para amanhã.

Beijos no coração

Raven disse...

É impressionante a dicotomia que constitui a Morte.
Causa-nos um vazio tão grande que nos dá garra, apego ao que ainda existe. Parece que só quando sentimos o sopro da Morte entendemos o quão efémera é a nossa realidade.
Espero que estejas bem...

ps: deixei-te um desafio no meu blog.

Gonçalo disse...

Susaninha:

Continua a viver com intensidade!

Beijinhos :)

Gonçalo disse...

Carolina Tavares:

Para tudo há um sentido, e no momento da perda devemos recordar e fixar que a vida é para ser vivida ao máximo e sem restrições desnecessárias.

Beijinhos :)

Gonçalo disse...

Raven:

Estou bem e este texto reflecte essa dicotomia. Mesmo no Raio de Sol podemos falar deste tema com a luz necessária.

Beijinhos e até já :)

S* disse...

Infelizmente não há nada que cure essa dor.

Eli disse...

A perda está inerente à vivência. Só quem não tem, não perde...

Uma grande Força para ti e para todos os que têm a sorte de ter a tua amizade e dedicação.

:)

Gonçalo disse...

S*:

A vida cura muita coisa. É a melhor homenagem possível!

:)

Gonçalo disse...

Eli:

Uma grande força para ti também. Gosto-te!

:)