segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Rubricas Natalícias: A música, o livro e o filme!

E se de repente “O Sabor Da Palavra” reunisse as suas rubricas culturais numa só rubrica alusiva ao Natal?

Gostavam? Eu também!

Por isso, como é Natal, esta rubrica vai ter muito mais de mim, vai ter a vossa presença e as vossas dádivas sugestivas para um Natal mais próspero e unido. As sugestões são: a música, o livro e o filme que representa o nosso actual Natal.

As minhas sugestões são as seguintes:

Música – Pogues – Fairytale of New York



It was christmas eve babe
In the drunk tank
An old man said to me: won't see another one
And then they sang a song
The rare old mountain dew
I turned my face away and dreamed about you
Got on a lucky one
Came in eighteen to one
I´ve got a feeling
This year´s for me and you
So happy christmas
I love you baby
I can see a better time
Where all our dreams come true.

They got cars big as bars
They got rivers of gold
But the wind goes right through you
It´s no place for the old
When you first took my hand on a cold christmas eve
You promised me broadway was waiting for me
You were handsome you were pretty
Queen of new york city when the band finished playing they yelled out for more
Sinatra was swinging all the drunks they were singing
We kissed on a corner
Then danced through the night.

And the boys from the NYPD choir were singing Galway Bay
And the bells were ringing out for christmas day.

You´re a bum you´re a punk
You´re an old slut on junk
Lying there almost dead on a drip in that bed
You scumbag you maggot
You cheap lousy faggot
Happy christmas your arse I pray god it´s our last.

And the boys of the NYPD choir's still singing Galway Bay
And the bells were ringing out
For christmas day.

I could have been someone
Well so could anyone
You took my dreams from me
When I first found you
I kept them with me babe
I put them with my own
Can´t make it out alone
I´ve built my dreams around you

And the boys of the NYPD choir's still singing Galway Bay
And the bells are ringing out
For christmas day.

Livro “A Lei do Amor”, de Laura Esquivel

Filme “A Cidade dos Anjos”



Quais as vossas sugestões? Vá lá, não custa nada, é apenas mais uma bola na árvore de Natal que no final será nossa!

:)

14 comentários:

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Depois das tua partilha em anterior post sobre a pulseira da amizade com um amigo teu que já partiu, e que quis enaltecer e dar a conhecer no meu blogue (acredita que não há muita gente como tu), e pela sensibilidade que tão grandemente revelas numa entrega total por todos plasmada de igual maneira como se um "Outro Colectivo" (confesso que sou mais direccionado e confesso não conseguir ter essa tão bonita liberdade interior de forma tão alavancada e de uma enorme humildade), e porque já te conheço mais e melhor (e pessoalmente), vou-te chamar de Principezinho!

Neste teu post, Principezinho, continuas a exigir mais dos teus leitores, sempre mais, numa entrega muito bonita e de louvar! E dás de ti, lá está!

Pessoalmente tenho sempre dificuldade em indicar uma música, um livro e um filme, porque há enésimos e simplesmente não se consegue particularizar, mas tentando florir essa árvore de partilha que nos convidas a enfeitar com uma bola (porque a todos pertencerá no fim, como dizes), as minhas sugestões, depois de muito puxar pelos piolhos, serão talvez... porque a escolha mudaria todos os dias...

Música: "So This is Christmas"

(cantado por diferentíssima gente da arte, por ser uma música que nos intepela)

"So this is Christmas
And what have you done?
Another year over
And you won’t just become

And so this is Christmas
I hope you have fun
The near and the dim ones
The old and the young

And so this is Christmas
And what have you done?
Another year over
And you won’t just become

And so this is Christmas
For weak and for strong
For rich and for poor
The world is so now"


Livro: "O Principezinho"
e "O Príncipe Feliz"

(0 primeiro de Saint Exupery e o segundo um pequenino conto de Oscar Wilde) - porque obriga a reflectir e a tornarmo-nos responsável pela rosa - cada outro, como fazes-, e o conto porque nos interpela a sairmos de nós para irmos pela partilha ao encontro do Outro. Qualquer Outro!


Filme: "Clube dos Poetas Mortos"

(porque as convenções impedem a realização, e porque quem ousa daquela maneira colocando-se em cima das mesas apenas por solidariedade ao professor, fez Natal! E hoje ninguém ousa)!

Terminei, Principezinho.

Um abraço do tamanho da tua grandeza

Gonçalo disse...

Lobinho:

Já me colocaram alcunhas diversas ao longo da minha vida, algumas sem qualquer ponta de criatividade, outras com um tom jocoso que chega até a ser repugnante, mas várias engraçaditas e, como costumo dizer, "fófinhas"...:)

A tua alcunha para mim é "fófinha", é "nhico nhico", é um diminutivo feliz como tu tens o teu "Lobinho", e é mais especial porque surge numa altura em que sinto que preciso de reler a obra de Saint-Exupery "Principezinho", porque é daquelas obras de referência para a humanidade. Não será por acaso que é das primeiras obras que se dá às crianças para lerem...

As escolhas culturais para este Natal nunca serão constantes, de pessoa para pessoa, mesmo de dia para dia, porque os momentos surgem e os gostos alteram-se, mas a intenção é diversificar as escolhas do momento. As tuas escolhas são magníficas e de um recorte cultural assinalável, apesar de achar que popularizaram demais a música "So This Is Christmas" perdendo alguma qualidade pelo estado de saturação que o excesso provoca. Mas contrapões com um dos melhores filmes da história do cinema, com uma das mensagens obrigatórias na educação do aluno e do ser humano, no entanto por vezes algo esquecido. Sinto eu...Já quanto ao Principezinho, é uma excelente sugestão, pelo menos para mim!

:)

Aquele abraço, amigo.

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Principezinho

Fico feliz por perceberes o nick como existe o meu "Lobinho". Estas coisas saem espontâneas e senti-o em ti pela profundidade de alma, e para quem te souber ler bem.

Mas tal como tu, também preciso de reler o livro que te dá o nome :) Há muitos livros que lidos em diferentes alturas da vida significam também coisas diferentes!

Relativamente à música, deixa-me colocar outra sugestão, pela letra e pela interioridade da mesma num registo análogo à primeira sugestão que fiz. Trata-se de Bryan Adams (Something About Christmas Time) nesta interpelação e cadência, para mim bonitas:

"We waited all through the year
for the day to appear
when we could be together in harmony

You know the time will come
peace on earth for everyone
and we can live forever in a world where we are free
let it shine for you and me

There's something about Christmas time
something about Christmas time
that makes you wish it was Christmas everyday

To see the joy in the children's eyes
the way that the old folks smile
says that Christmas will never go away

We're all as one tonight
makes no difference if you're black or white
'cause we can sing together in harmony

I know it's not too late
the world would be a better place
if we can keep the spirit more than one day in the year
send a message loud and clear

It's the time of year when everyone's together
we'll celebrate here on Christmas day
when the ones you love are there
you can feel the magic in the air - you know it's everywhere
There's something about Christmas time
something about Christmas time
that makes you wish it was Christmas every day

To see the joy in the children's eyes
the way that the old folks smile
says that Christmas will never go away"

Espero ver mais bolas de muita gente por aqui. Acho que este desafio para a árvore de Natal está muito giro :)

Grande abraço, Principezinho. E obrigado por me perimitires tamanha intimidade na Amizade desinteressada.

Continua grande!

Natália Augusto disse...

Bem giro, Gonçalo. Que ideia fantástica! Ultimamente ando sem ideais.


Beijinhos natalícios

TERESA SANTOS disse...

Olá Gonçalo,
"Conheci-te" através do Lobinho. Quero espreitar melhor este teu espaço, descobrir-te!
Para já, aceito parte do desafio. Parte, porque vou deixar apenas uma bola para a árvore de Natal, ou seja, a sugestão de um livro, o meu livro de cabeceira, sempre.
O livro em questão é: "As velas ardem até ao fim” de Sándor Márai. Provavelmente já o conheces. A ser assim, saberás que o mesmo trata a Amizade de forma magistral.
E pronto! Vou ficar por aqui a seguir-te.
Santo Natal.

Gonçalo disse...

Lobinho:

Agradeço mais uma vez a alcunha que me colocaste, é das alcunhas mais queridas que me colocaram até ao momento e é uma honra ser tratado por ti pelo título de uma referência literária e por um nome tão suave e delicado...

Há livros que merecem ser lidos e relidos, a mensagem será decifrada consoante o momento e esta também é uma excelente sugestão para o meu Natal. Se não for lida neste Natal, o que será difícil dado que ando a ler outra obra e o tempo neste Natal será mais para o trabalho, lerei noutro Natal, que será no fundo noutro dia, porque todos os dias devem ser de entrega e dádiva pessoal.

Excelente segunda escolha musical, é também uma das minhas preferidas e já ilumina a nossa árvore de Natal. Aguardo pela chegada de mais luzes!

:)

Um grande abraço, com amizade :)

Gonçalo disse...

Natália:

As grandes ideias nasceram para gerar outras grandes ideias. Fico à espera das tuas!

:)

Um beijinho grande para ti *;)

Gonçalo disse...

Teresa Santos:

Agradeço imenso a tua presença no meu blogue, por duas razões. Primeiro, porque vindo do blogue do Lobinho espero sempre a nata da blogosfera. Não o escondo e julgo que já o referi em algum lado que os seguidores do Lobinho parecem-me pessoas muito conscientes e cientes da realidade, dotadas de uma sensibilidade rara nos dias de hoje. Segundo, adoro a novidade no meu blogue, sinto sempre a possibilidade de aumentar o espírito de partilha no meu blogue, visando o seu principal objectivo!

Não conheço a tua bola natalícia, mas vou apontar e ler assim que possível, principalmente porque é um livro que trata de sentimentos e eu procuro sentimentos até onde eles aparentemente não existem.

Um beijinho grande para ti e até já :)

TERESA SANTOS disse...

Gonçalo,
Obrigada pelas tuas palavras. Como se costuma dizer "até fiquei sem jeito!...).
Bom! Relativamente à minha bola natalícia, tenho a certeza que vais adorar.
Obrigada pela tua visita. Eu vou voltar com MUITO mais tempo.
Beijinho.

Eli disse...

Gonçalo, da outra vez bloqueei por teres escolhido o meu filme!

:P

Embor possa dizer muito mais, agora vou só dizer-te que preciso de dormiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiir!

Percebeste?!

:P

Hehe

FUI

Gonçalo disse...

Teresa Santos:

Vou conhecer melhor a tua bola natalícia e depois partilharei a minha opinião. Vou aguardar pela tua próxima visita, por enquanto deixo-te à vontade entre as rabanadas e as broinhas :P

Um beijinho grande e continuação de boas festas :)

Gonçalo disse...

Eli:

O que tu precisas sei eu. Um "Seth" na tua vida.

Percebeste?

:P

Um beijinho grande e continuação de boas festas :)

Susaninha disse...

Musica-Angel de Sarah Mclhlan
Livro-Mandela-Goodbye Bafana de James Gregory
Filme-Amelie

E esta é uma das minhas sugestões:)
FELIZ NATAL SIR GONGAS:)

Gonçalo disse...

Susaninha:

Conheço a música e é uma excelente escolha musical. Tenho o álbum! :)

O livro e o filme já ouvi falar, principalmente do filme Amélie que tem a música L'Aprés Midi de Yann Tiersen que gosto muito, por isso mais uma razão para aceitar a tua bola de Natal com olhos de ver!

Obrigado pela tua sensibilidade...

...beijinho grande ;)