sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

O Beijo

Há vários tipos de beijos, mas os beijos que estou louquinho por dar são aqueles dois beijos (três, no caso da Lili Caneças estar por perto) em que a arcada zigomaticomalar normalmente se encosta, podendo pelo meio sentir o toque suave da verruga peluda da tia mais velha, ou, no caso de ser comigo, sentirem fortemente a minha arcada zigomaticomalar durante o verdadeiro impulso assustador que fazem para a conseguir atingir, tendo em conta o meu metro e noventa...mais uns pózinhos.
Ora bem, como já todos perceberam que os beijos que descrevo são os mais corriqueiros, peço-vos agora para que coloquem uma cara mais séria e partilhem da minha reflexão, procurando responder-me às questões que vos coloco.
Assim, recentemente fui confrontado com reacções diversas perante os meus beijos: um misto de indiferença com desprezo por um lado, a aceitação com agrado e com alguma dose de habituação, e a impulsividade desenfreada pela minha arcada zigomaticomalar (desta vez sem verruga pelo meio).

Porque razão há tanta diferença perante um beijo corriqueiro?

Qual a vantagem da troca entre a proximidade de dois beijos e a distância de um aperto de mão sensaborão?

Para mim a diferença está na personalidade de cada um, eu uso o beijo corriqueiro como a ponte mais próxima entre duas pessoas numa perspectiva de vida de cumplicidade e união ao próximo, e só vejo uma vantagem (no meu caso) na troca do beijo pelo aperto de mão: a prevenção de hérnias discais. De resto, seria apenas mais um instrumento de separação entre as pessoas no meu meio ambiente, principalmente profissional, sendo que sou a favor da integração de um bom ambiente pessoal no ambiente profissional, porque tudo o que é bom deve entrar nesse ambiente. Tenho dito! E vocês?

Ah, já agora, um beijinho para vocês:)

P.S.: Peço desculpa pela pouca expressividade da imagem, mas a pesquisa Google da palavra "beijo" apresentava maioritariamente beijos molhados e lambidelas artísticas...:P

12 comentários:

Anónimo disse...

"Amigos são como anjos que nos levantam quando nossas asas têm problemas, nos lembrando com voltar a voar."
... Vc faz parte desta turma de anjos, dado por Deus como uma dádiva!!!!
"O BEIJO" , EU TE QUERO MUITO.***
P.S.: Saudades de vc

Gonçalo disse...

Olá linda, todos somos especiais, basta querer mostrá-lo à imagem do nosso Criador. Fico feliz por conseguir ser especial para mim e, neste caso, para ti:)
Obrigado pelas palavras e acredita que gosto muito de ti e que sinto-me bem quando estou contigo:)
Beijinho grande e bom fim-de-semana****

Anónimo disse...

Olá Gonçalo.
Gostei da tua "reflexão" sobre o Beijo.
Não vou entrar em muitos promenores, porque sairia testamento pela certa. O Beijo, para mim, é o beijo. Um beijo para mim é um beijo.
O beijo é aquele especial, que deixamos de estar onde estamos, e momentaneamente ficamos "sedados", Os beijos, são muitos, os obrigatórios, quando obrigam as crianças a dar beijos e elas limpam com a manga da camisola, os beijos de charme, porque é moda, os beijos em que não encosta a cara, não entendo se é para não estragar a pintura ou se por ser giro. Enfim, eu como por norma não dou beijos por dar, para mim só existe aquele beijo.
Um abraço de luz
Ana

Gonçalo disse...

Olá Ana, para mim existem vários tipos de beijo, mas em todos eles há um denominador comum: a sinceridade do beijo.
Um beijo grande para ti e o desejo de uma semana proveitosa cheia de luz:)

kathy disse...

lol
detesto qualquer tipo de beijo... estendo sempre a mao...

e o beijo mais doce pra mim, é roçar o nariz com o da outra pessoa...

Gonçalo disse...

Kathy:

Não me dês ideias...;)

Bacis***

blue angel disse...

Há beijos fingidos ou frios, ardentes, por obrigação ou super desejados. Existem os aderentes, provocantes, sonoros, secos e molhados. Existem, enfim, milhares de formas de beijar e neste assunto sempre haverá o que aprender.

Os beijos são a primeira estratégia de sedução. Depois de muitos olhares e palavras, o beijo é o primeiro passo para o contato físico. Por isso é super importante que voces saibam dar beijos adequados para cada momento e, também, saibam bem como beijar.

Confira todas as dicas e os tipos de beijo e se preparem para sairem beijando por aí. Mas, claro, só pessoas que valham a pena, né?

jokinhas grandes

Gonçalo disse...

Olá Blue Angel, o problema passa quando estás habituado a beijar a mesma pessoa num determinado momento e, de um momento para o outro, essa pessoa começa a estender-te a mão...dá que pensar...Daí as minhas perguntas, às quais ainda não obtive a ajuda que esperaria de vocês.

Por isso, se for possível, respondam-me directamente às perguntas que vos faço:)

Beijinhos grandes**

Anónimo disse...

Olá amigo!
Existem muitos tipos de Beijos, por exemplo o "nosso" é distante mas nem por isso é menos doce e menos intenso.
Não acredito é que alguém consiga fazer algo do género que disseste, de um momento para o outro estende a mão em vez de cumprimentar com um beijo como teria sido habitual.
Isso é insensivel e no minimo de muita deselegância. Quem o faz nao quer nenhum tipo de intimidade com a outra pessoa, uma vez que o beijo é o primeiro passo para qualquer tipo de intimidade entre pessoas.
Para mim "O Beijo" é aquele que me dá um frio na barriga e me arrepia de uma forma que chega a ser doce...
Se alguém alguma vez nao quiser o teu beijo estará completamente louco!!!!
Um bom fim de semana pra ti
Um Beijo especial (aquele que podemos ouvir)
Cátia

Gonçalo disse...

Olá Cátia, felizmente são raros os loucos que não aceitam o meu beijo, e bem saudáveis são aquelas pessoas que se alapam e me besuntam todo, esfregando a sua verruga peluda na minha bochecha de bebé...:P
Mas pronto, ainda melhor que isso, é poder sentir o teu beijo sempre que quero, à distância de uma palavra, de uma imagem, de uma música e não só;)
Aquele beijo doce, intenso e arrepiante para ti e bom fim-de-semana;)

Sofia Cunha disse...

A temática do Beijo surge, em meu entender, como algo de todo subjectivo. Penso que cada pessoa vê e tem definições ou opiniões diferentes acerca de determinado Beijo. Como Seres Humanos diferentes ou distintos que somos, marcamos a diferença também por isso e como tal, dificilmente surgirão opiniões idênticas relativamente a um Beijo.

Pessoalmente, considero que não existem Beijos iguais. Ninguém beija da mesma forma. Estamos perante uma grande diversidade de tipos de Beijos.
Considero que o significado que atribuímos a determinado Beijo também é diferente e subjectivo. A mesma pessoa pode beijar de forma diferente, dependendo das circunstâncias.
Não existe ninguém igual a mim e como tal, acredito que o Meu Beijo é único! Uso-o como manifestação de Carinho, Amizade, Amor, Afecto, Reencontro, Saudade, Despedida, e principalmente, sempre que o desejo impulsivo do coração me o suplica!
O motivo pelo qual existem muitos Beijos diferentes assenta certamente na diferenciação pessoal ou de personalidade evidente nos ambientes sociais. Ninguém é Igual a ninguém e como tal, os actos de cada pessoa também não significaram o mesmo para duas pessoas diferentes, em momentos também eles de carácter distinto. Os Beijos são diferentes por isto. Tudo está na base de uma influência que considero pertinente no contexto de uma identidade pessoal.
Quanto à segunda questão que nos colocas, considero-a talvez mais pertinente na medida em que de facto existe uma diferenciação notável entre ambos os gestos: o de beijar e o aperto de mão. O Beijo, surge como uma forma de manifestação mais contactual, enquanto que no caso do aperto de mão, o contacto não é o mesmo, nem é tão nítido.
Não sei se o aperto de mão surge como uma vantagem perante o Beijo, mas pelo menos, acredito que a nível de consequências para a Saúde de ambas as partes, o aperto de mão será mais saudável na medida em que não surgiram inconvenientes posteriores a este acto. No caso do Beijo, a história poderá ser diferente e o ambiente consequencial também.
Agora, se me perguntarem se prefiro o Beijo ou o aperto de mão, confesso… Prefiro o Beijo. Normalmente quando dou um Beijo, acabo por Abraçar também e assim, desta forma gosto de sentir a outra pessoa mais perto de mim!

Gonçalo disse...

Olá Sofia, também julgo que a diferença no beijo passa pela individualidade de cada um, e até posso compreender essas diferenças, o que não compreendo é a diferença de atitudes dessas mesmas individualidades em diferentes momentos. Mas também tudo passa pela personalidade de cada um...
Quanto às vantagens entre o beijo e o aperto de mão, penso que mesmo a vantagem da saúde não se coloca, pelo menos a saúde física não está em causa (a menos que alguém apresente um herpes), só se estás a referir-te à saúde psicológica, porque a intimidade pode conduzir à ilusão, e a ilusão tornar-se desastrosa para a saúde psicológica.
Um beijinho grande para ti e obrigado pela empenhada partilha e reflexão;)