domingo, 30 de setembro de 2007

Linhas de Passe

"Jornada dos Derbys: Ninguém pára o Dragão..."

No fim-de-semana dos Derbys o F.C. Porto aproveitou para se isolar ainda mais na liderança, em relação aos seus eternos rivais Lisboetas. Uma campanha impressionante mas relativa dos Dragões, uma vez que, sem tirar o mérito de seis vitórias seguidas em jogos de grau de dificuldade elevado, o Sporting em seis jogos apresentou apenas um resultado anormal face ao Setúbal. De resto, perder no Dragão é um resultado normal e o empate na Luz, não sendo nunca um resultado que possa satisfazer um clube com intenção de vitória em todos os jogos, acaba por ser um bom resultado dadas as dificuldades impostas pelo Benfica quando joga em casa.

Sendo assim, há ilações que podemos retirar desta jornada. Uma delas passa pelo afastamento natural do Benfica pela liderança, fruto de um início de época conturbado e desorganizado, espelhado em três resultados desfavoráveis, o empate com o recém-promovido Leixões, e os dois empates cedidos em casa com o Vitória de Guimarães e Sporting. Desta forma, o Sporting ganha um ponto em vez de perder dois, tendo passado estes dois jogos com os rivais fora e ganhando um ponto, e esperando os mesmos na segunda volta em Alvalade. O F.C. Porto continua invicto, no entanto não há equipas invencíveis e o desgaste dos jogos a meio da semana aliado à falta de rotatividade imposta por Jesualdo Ferreira trará resultados negativos a seu tempo.

Em Alta

Romagnoli – Já tinha mostrado ser a peça-chave em Guimarães, sendo o desequilibrador da manobra ofensiva do Sporting, principalmente na primeira parte, e no jogo da Luz é o melhor em campo, jogando no campo todo com grande atitude e fazendo uso de um drible curto empolgante e de uma constante procura do espaço vazio. Há magia nos pés de “Pipi”...
Lisandro López – É daqueles jogadores que confesso que não me impressiona, não é um goleador, não é um fantasista, mas admito que seria indiscutível em qualquer dos três grandes porque é um verdadeiro jogador de equipa, sendo neste momento o melhor marcador do campeonato e, para mim, o jogador do mês de Setembro.

Em Baixa

A discrepância de atitudes na mesma semana, em jogadas similares e em benefício da mesma equipa, neste caso o Benfica. Sem colocar em questão se é ou não é grande penalidade cometida por Katsouranis no jogo deste Sábado, é incrível como no jogo Estrela – Benfica o árbitro principal valida a falta assinalada pelo seu árbitro assistente sem hesitações, enquanto no Derby de Lisboa o peso da decisão do árbitro assistente é nulo. Afinal de contas, o que manipula estas diferenças?

5 comentários:

Anónimo disse...

Se houvesse 1 vencedor só podia ser mesmo o Benfica. Jogamos melhor, tivemos mais oportunidades…! Ontem ficou, no máximo, 1 penalty para cada lado.
O SCP é o clube das queixinhas, sempre a inventarem desculpas e muito pouco futebol jogado. Quando são beneficiados nem abrem a boca e esta época já o foram diversas vezes.

Com muita tranquilidade...

Leão de Quiosque disse...

Mais uma excelente intervenção de Paulo Bento na abordagem aos lances polémicos.

A reter, a resposta á patética justificação de Pedro Henriques de que não tinha visto a mão apesar de o seu auxiliar ter assinalado, - "...podia ter vindo sozinho!"

Lifepassenger disse...

Esperemos que este seja o Ano do Tri, Para o F.C.P. (embora pessoalmente não goste muito do Treinador).

Bem vindo ao Mundo Dos blogs! Tentarei passar por cá mais vezes!

Gonçalo disse...

Confesso que estou bastante satisfeito com a adesão dos participantes deste blog relativamente a esta rúbrica futebolística, uma rúbrica arriscada uma vez que os habituais frequentadores deste blog não são espectadores tão atentos ao mundo futebolístico.
Obrigado pelas vossas participações e espero que continuem a gostar e a participar sobre os meus comentários:)

Anónimo disse...

Luís Miguel diz:
Sim Manela, mas calma, repara que de Futebol lá para os lados de Alvalade muito pouco se vê, se não vejamos a época lamentável que o dito ‘plantel está a fazer, que muitos dizem ser um inicio d4 época muito razoável, mas que para os verdadeiros entendidos em futebol profissional dizem ser fracasso e pouca vontade em campo, O que nós leva a pensar se o SPC poderá mesmo ser considerado um dos 3 grandes, visto que de grande ali só vejo o estádio.
Qual João Moutinho, qual carapuça? De que adianta dizer ao fim do jogo que a equipa jogou bem, se não atingiu ao longo da semana os objectivos principais, que era um resultado positivo.
E digo mais, quando ganham têm uma atitude devastadora de quem exerce o Fair Play apenas com vitórias.
Mas já quando são derrotas ou empates, a arbitragem vem sem á baila. Ou faltas que ninguém vê ou penaltys a kms da grande área.
Era bom que exercido o Futebol se torna-se um grande espectáculo

m@nel@...diz:
O amigo a isso chama-se: “Mau perder...”

Luís Miguel diz:
Concordo contigo amiga,
Quando começamos a nos lamentar das arbitragens....normalmente é porque algo esta mal. e tentamos disfarçar com as arbitragens.
A equipa devia era a jogar e ganhar os jogos e deixar os árbitros. Ou será que agora Paulo Bento vai ser igual aos outros que enquanto não perdeu nunca foi prejudicado agora que empatou 4 jogos seguidos a culpa e dos árbitros não me desiludam....

m@nel@...diz:
Sim! O Senhor Paulo Bento até pode ter razão. Até pode ser que o Sporting tenha razão de queixa do árbitro no jogo de Sábado! Mas, que diabo, porque é que ele não fica assim tão ofendido quando os árbitros beneficiam o Sporting?

Luís Miguel diz:
Rsrsrsrsr…Tem mau perder…lol

..m@nel@..... diz:
Jogo jogado, O Benfica jogou muito melhor. Aceita-se perfeitamente o empate

Luís Miguel diz:
Se ele, EM TODOS OS JOGOS, mesmo nos que ganha, viesse dizer. "OK, o árbitro beneficiou-nos, por isso foi muito fraco"... (depois diziam qualquer coisa sobre a sorte e o azar, ou "são coisas do futebol"). O importante seria admitir que o seu clube tinha ganho – como tantas vezes acontece - com um ligeiro benefício do árbitro.

...m@nel@.....diz:
Para mim isto só se resolve de uma maneira: proibir as pessoas de falarem dos árbitros, antes ou depois dos jogos. E talvez acabar com as "flash-interview". Quem não sabe comer, não se senta à mesa.

...m@nel@....diz:
Por favor...Luís Miguel! Conheces alguém que queira pagar um curso de treinador a este Senhor…lol

Luís Miguel diz:
Plantel Medíocre, e ao que parece vendem

Luís Miguel diz:
Aves na baliza…lol

Luís Miguel diz:
Frangos

Um beijo grande dado com muita tranquilidade de dois opostos que se juntam numa bancada paralela....