sábado, 23 de setembro de 2006

Tributo a Porto-Gaia


Cheguei e os meus olhos brilharam...à minha frente o Rio Douro sorria para mim dando-me as boas vindas e apresentando-me a proximidade entre Porto e Gaia...de um lado a Ribeira, do outro a Serra do Pilar...Na Praça da Batalha senti a paz interior da belíssima Igreja de S. Ildefonso, onde os sentimentos de tranquilidade e harmonia contrastavam com a agitação e azáfama do lado de fora, reservando-me a possibilidade de encontrar a figura de Rainha Santa Isabel, generosa padroeira de Coimbra que alimenta os corações de fé dos seus crentes...

Num passo de subtileza, atravessei a Ponte do Infante, sentindo a presença imediata na cidade de Gaia, deixando-me levar para um miradouro próximo do Mosteiro da Serra do Pilar, local que me permitiu observar a imensidão e beleza destas cidades...O rio à minha frente fez-me recordar Coimbra, lembrando-me os traços de romantismo que um rio proporciona, atravessando uma cidade com os seus formosos contornos...Com um brilhozinho nos olhos, enchi o peito de ar e deliciei-me a apreciar a beleza do momento que a natureza e o destino me estavam a proporcionar...

A tentação invadiu-me o coração, levando-me à redescoberta do Cais de Gaia, e deixando-me calmo como a ondulação do Rio Douro que estava cada vez mais perto...Num truque de magia proporcionado pela Ponte D. Luís, de imediato regressei ao Porto, sentindo a simplicidade da sua Ribeira que já havia vislumbrado do Mosteiro da Serra do Pilar...Num esticar de braços conseguiria tocar num dos peixes que saltavam à minha frente, mostrando que não era apenas eu que estava feliz por ter o Douro tão perto de mim...

O sol já batia forte demais para um dia de final de Verão quando passei pela zona da Foz, espaço em que o rio e o mar se tocam, mostrando a delicadeza e perfeição da natureza...Um sitio relaxante que me incentivou a fechar os olhos e a imaginar-me num mundo de tranquilidade, como me sentia naquele momento...Por perto, algumas pessoas dedicavam-se a actividades piscatórias, sem notarem o prazer que sentia naquele momento por sentir o refrescante odor da natureza...

Uma tarde que terminou na praia do Bico do Cabedelo, contemplando o elemento mais belo do mundo natural...o mar...a imensidão que proporciona diante dos meus olhos recorda-me a fragilidade e pequenez humana, mas ao mesmo tempo faz-me acreditar que o sonho é possível se existir coragem para ultrapassar os obstáculos da vida...Se um dia já vencemos o mar intenso e poderoso, porque não poderemos ter o poder para atravessar os trilhos irregulares e desafiantes da vida?

Um agradecimento à pessoa magnífica que me proporcionou a contemplação de tão belo espaço, conprovando mais uma vez que a natureza e uma companhia especial são uma das receitas para a felicidade.

Boas viagens:)

6 comentários:

MissPoetry disse...

Gonçalo:

O Porto é sem dúvida encantador,quando visitado na companhia de uma pessoa especial. As ruas estreitas e gastas pelo tempo, ganham encanto e o brilho nocturno da cidade, intensifica-se.
É sem dúvida nenhuma a minha cidade :)

Beijos amigo.

MissPoetry disse...

Gonçalo:

O Porto é sem dúvida encantador,quando visitado na companhia de uma pessoa especial. As ruas estreitas e gastas pelo tempo, ganham encanto e o brilho nocturno da cidade, intensifica-se.
É sem dúvida nenhuma a minha cidade :)

Beijos amigo.

Anónimo disse...

É preciso viver o sonho e a certeza de que tudo vai mudar.
É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os desejos não precisam de razão, nem os sentimentos, de motivos.
O importante é viver cada momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem sabe ver...
Realiza todos os teus sonhos
Descubre a cada dia coisas novas para realizar esses sonhos
Não tenhas medo de viver o momento em que eles acontecerem
E, nesses momentos, descubre novos sonhos.

Beijinhos para ti desta tua amiga NÉ

Anónimo disse...

Gon, acho que este é o comentário mais difícil de fazer para mim, sabes pq?
É pq realmente o que escreves-te sobre a minha cidade e a cidade do Porto deixa-me com uma pontinha de vaidade.
Eu não conhecendo outro País e Portugal só conheço algumas cidades mas sei que para mim o Porto será sempre a cidade mais bela.
Agora só fico à espera que 1 dia possas conhecer estas 2 Cidades, que por vezes se confundem como se fosse só uma, mas à noite pois vais ver que vale a pena.
Para mim tb serás sempre uma pessoa muito especial.
Adoro-te…Beijinho

sofia disse...

Amigo, este teu post deixou-me completamente maravilhada… Cada termo e cada expressão que utilizaste fizeram-me prometer a mim mesma uma visita, nem que seja esporádica a tais belos lugares. Prometi e cumprirei…
Já estive muitas vezes no Porto e também já tive a oportunidade de passar por Gaia, mas na verdade nunca tive a disponibilidade de me encantar com todas as belezas com que te deparaste desde o momento que chagaste ao destino escolhido: Porto.
Li e reli várias vezes este teu texto e o encantamento mergulhou completamente em mim. Deste-me a imagem de um Porto que para além de Belíssimo me parece extremamente Romântico à imagem de uma outra cidade que eu sempre tive como referência Romântica e que já tive oportunidade de te dizer, noutros momentos. Claro que me refiro a Coimbra. Sou uma pessoa Romântica e sempre gostei de estar em locais que expressam e se esbanjem de Romantismo e neste aspecto parece-me que o Porto será certamente um local de destino. E pelo que percebi, de forma bastante linda, pela maneira como te referiste, penso que o Rio Minho, a Ribeira, a Serra do Pilar, a Praça da Batalha, a Igreja de S. Ildefonso, a Ponte do Infante, os miradouros, o Cais de Gaia, a praia do Bico do Cabedelo, entre outros locais, serão sem dúvida pontos e locais de obrigatória passagem e contemplação.

“Uma tarde que terminou na praia do Bico do Cabedelo, contemplando o elemento mais belo do mundo natural... o mar... a imensidão que proporciona diante dos meus olhos recorda-me a fragilidade e pequenez humana, mas ao mesmo tempo faz-me acreditar que o sonho é possível se existir coragem para ultrapassar os obstáculos da vida... Se um dia já vencemos o mar intenso e poderoso, porque não poderemos ter o poder para atravessar os trilhos irregulares e desafiantes da vida?”.

Deixa-me dizer-te que este pequeno excerto me despertou particular interesse pela comparação que nele realizaste. Espectacular mesmo, Amigo. Realmente tens toda a razão. Se em tempos já fomos conquistadores e navegamos por mares desconhecidos, podemos muito bem agora ser pessoas capazes
de atravessar como tu disseste e me atrevo a repetir, “os trilhos irregulares e desafiantes da vida”…

Adoro passear e mais ainda em locais assim… o Porto que se prepare… estarei por lá… irei à Descoberta de tanta Beleza natural, paisagística e monumental…

Um beijinho muito grande para ti…

Gonçalo disse...

Espero que estes comentários sejam sinónimo de maior interesse turístico por Porto-Gaia, aconselho vivamente este espaço para uma visita para reflectir e/ou partilhá-lo com alguém especial.
Sejam interventivos e quem ainda não comentou ou gostava de completar o seu comentario de forma mais específica, não perca tempo e comece já a teclar;)
Estas cidades merecem todos os vossos comentários...

Gonçalo