segunda-feira, 19 de março de 2007

Carta para o meu pai


Os desabafos sentimentais são uma das provas da frontalidade, verdade e abertura humana e como prova disso deixo em baixo o desabafo revelador do amor que sinto pelo meu pai. Mesmo sendo um desabafo íntimo exposto num espaço público, nunca é demais nem inconveniente dizer que gostamos de alguém...

"Papá:

Já percebemos que o ser humano é marcado pela sua individualidade e que há pessoas que têm mais diferenças que outras, sendo natural que pai e filho também reflictam essas diferenças.


De facto, temos algumas características diferentes e acredito que, por vezes, sou incompreensivo e injusto contigo. A verdade é que podemos analisar os defeitos alheios com maior naturalidade e espaço para a sua correcção, e eu tenho sido possivelmente demasiado intolerante com os teus defeitos e não valorizo as qualidades que possuis.


Desta forma, recordo-me do aconchego que fazias à roupa da cama quando ia dormir, das horas de espera que suportavas à porta da escola ou da explicação, das consolas de jogos que me oferecias só para me veres feliz, das partidas de Damas que jogávamos e que dificilmente ganhava, das caminhadas que partilhávamos à beira-mar, do bem-estar que me proporcionavas e proporcionas...


Mais recentemente, recordo-me da paciência que tens comigo na fase de desempregado em que me encontro, das brincadeiras que temos em família, principalmente com a mamã, do carinho que manifestas para a Bia lembrando-me dos meus tempos de criança e, sem dúvida, das brincadeiras que tenho contigo, soltando o meu lado bem disposto (e quiçá de criança) e encavalitando-me em ti, deixando-te coberto de beijos e abraços. A tua reacção exterior é reservada, no entanto acredito que sentes um calor interior muito agradável que a minha proximidade e sensibilidade pode verificar, conseguindo sentir um coração mole, inseguro mas muito feliz com a presença dos filhos que ama.


Muito obrigado por seres assim, obrigado por seres meu pai, obrigado por alimentares a alegria da minha vida e proporcionares a estabilidade e felicidade no seio familiar e caso não te lembres, hoje é o teu dia e tal como nos outros dias quero dizer-te que “Gosto Muito de Ti”, acompanhado por um beijo de admiração na testa e um abraço de conforto para ambos. Obrigado Papá...

Gonçalo"

9 comentários:

Anónimo disse...

Muito bem...dia do pai...bela carta ao teu pai, embora pareça que estou a dizer o mesmo ao meu.
Momentos bons, momentos maus, mas pai é pai e o nosso é sempre o nosso heroi
Abraço forte
Luis Miguel

Anónimo disse...

A nossa família é a base para a construção de nossa própria vida. O amor vivenciado entre pais e filhos traçam diálogos de atenção, carinho e zelo superando os defeitos e enaltecendo as qualidades para que ambos evoluam pela caminhada da vida.
Não é fácil ser pai, não é fácil ser mãe, não é fácil ser filho... Mas se torna fácil ocupar tal posição onde o amor é semeado. Há lares que foram construídos inconsequentemente e que reproduzem concomitantemente os mesmos sentimentos que os uniram, ocasionando relações de desamor.
Mas ao oposto destes lares, há quem acreditou no amor e buscou externá-lo na vida familiar... A união dos meus pais se deram assim, um primeiro olhar, uma palavra, um carinho... um sentimento. E no encontro destes sentimentos únicos surgiu o amor. Amor infinito que fizeram edificar uma grande família de cinco filhos. Somos gratos ao amor de nossos pais os quais nos ofereceram um lar de paz, amor e exemplos de fé, humildade e força para percorrer os caminhos tidos por Missão que Deus confia a cada um de nós.
Em especial ao dia 18 fica a saudade do meu grande amigo e pai. Mas a certeza de que um dia vamos nos encontrar novamente e num sorriso dizer "obrigada, pai, por tudo na minha vida pois sem ti não seria o que sou". Recordações tenho aos montes, mas apenas uma, seria injusto ressaltar, pois tudo o que meu pai fez foi motivo de reconhecimento para mim.
Gonçalo, vc tem a graça de conviver com teu pai por isto não deixe que as incompreensões sobreponham aos verdadeiros valores encontrado em seu pai. Percebo que vc tem a reflexão como ponto de apoio para amadurecimento pessoal ... basta praticar estes pensamentos nobres. Adorei te conhecer , acredite ... apesar da distância, cresci convivendo com vc.
Beijo...
Que vc se deixe sempre ser guiado pela luz de Deus.

MissPoetry disse...

Gonçalo:
Nunca é demais dizer aos nossos pais o quanto gostamos deles. Muito bonito :)

margarida disse...

Linda a carta para o teu pai, acho q o teu pai ficará feliz ao ler esta carta, a qual escreveste com tanto carinho, onde realmente dás bem o exemplo de uma relação entre pai e filho.
Sabes Gon a minha relação como meu pai foi mt pouca, ele passava vários períodos de doença internado em hospitais e depois faleceu mt cedo eu tinha apenas 15 anos, mas acredita q apesar de ele já ter partido há tanto tempo, ainda sinto saudades dele.
Revejo tb na tua carta a relação dos meus filhos com o pai, mas sem querer falar mt sobre isso, só te digo que tu realmente és… lindo.
Beijinho

Sofia Cunha disse...

Lindo,

A carta com que nos presenteias neste dia tão Especial é sem dúvida linda! De facto, há pessoas que tem a capacidade de em palavras transbordar a beleza do Coração. Já o disse e não me canso de o fazer: Tu és uma dessas pessoas Lindas.

De certo que, neste dia, muitos são os pais que recebem uma mensagem do filho. Muitos são os filhos que dizem as palavras que tu aqui colocaste. Mas tenho certeza que para muitos filhos, esta mensagem que nos apresentas será de facto aquela que melhor se enquadrará na visão que temos do Senhor Nosso Pai. No entanto, também acredito que muitos são os filhos que não dizem dia após dia, o que sentem pelo pai. Mas porquê? Porque o fazem hoje e não nos restantes dias do ano? será que o nosso pai não gostaria de escutar sempre dos nossos lábios a mensagem que hoje lhe damos? Dá que pensar tudo isto…

Eu, enquanto pessoa de muita entrega digo hoje e sempre o que sinto ao meu pai. Se me apetecer abraçá-lo porque não o farei? Claro que o faço! Hoje e sempre.

A mensagem que apresentas nesta dia é a imagem daquilo que sei que queres para ti e para o teu pai, sendo que sempre unidos pelo amor da família, isso se fará notar…

És uma pessoa linda! Feliz do pai que tem um filho Assim, como TU…

FELIZ DIA DO PAI…

Beijinho Gonçalo…

Anónimo disse...

Goncalo, infelizmente há mts filhos que não querem saber do pai, ou pq esse pai nunca esteve presente... ou simplesmente pq não dão valor a quem tanto esforço faz na vida por eles, para eles terem tudo ...ainda bem que há filhos como tu que sabem reconhecer o amor de pai..
jitos serranos

yohanan disse...

Uma bonita carta, reflete mt bem o amor que sentes por ele. Nunca deixes de demonstrar a imoportancia que o teu pai tem na tua vida, hoje e sempre[enquanto há vida)

beijinhos**

Maria disse...

Amigo Amei a carta para o seu Pai! É de facto uma expressão de AMOR! Beij.

Anónimo disse...

Nem tenho palavras, as tuas cartas são lindas...
Às vezes sabe bem estar sozinha ... especialmente, para ler com toda a calma estas cartas deliciosas. Beijos

esfregona amarela...;)

P.S-O teu pai já a leu?