quarta-feira, 12 de junho de 2013

Valiosa!

O eterno problema do valor das coisas perdidas. 

Passas por mim, sei que gostas. Falo contigo mas queres conversar. Vejo-te enquanto me observas. Escutas enquanto te ouço. Sei que és tão maravilhosa como fiel. De ti terei sempre tudo. De mim há muito nada. Envolves-me enquanto me deixo estar. Prazer. Sei que és minha! 

Errado! 

És um ser extraordinário. Os teus sentimentos são nobres. És o sol da tua família. Moves mundos e fundos para chegares até mim. Ignoras oportunidades de vida. Tu queres o meu bem. Mas um dia a fonte seca. E todo o bem pode ser apenas teu. E de mais alguém, espero eu. Todos excepto eu. Porque esqueci-me de usar as palavras certas. Porque senti que estavas mas deixaste de estar. Porque não alimentei a corrente que nos une. Por isso mesmo, hoje e para sempre quero que saibas que gosto muito de ti. Sim, é para ti! 


 "Cause you only need the light when it’s burning low 
Only miss the sun when it’s starts to snow 
Only know your love her when you’ve let her go 
Only know you’ve been high when you’re feeling low 
Only hate the road when you’re missin’ home 
Only know your love her when you’ve let her go 

 And you let her go"

Música: Passenger - Let Her Go

7 comentários:

açoriana disse...

Fiquei baralhada... :p

Carolina Tavares disse...

Bem lindo. Lindo demais.

Beijos

Alima das Cartas disse...

Com sorte, pode ser que a coisa mude de rumo :)
Um bem haja,
Alima

Gonçalo disse...

açoriana:

O que entendeste! :)

Gonçalo disse...

Carolina:

Uma mensagem mais perto de ti do que tu imaginas. Beijinhos :)

Gonçalo disse...

Alima das Cartas:

Neste caso o rumo está bem definido. Apenas não quero deixar de alimentar a corrente de bem que nos une. Beijinhos :)

Anónimo disse...

Quando se tem fé, a vida pode fluir diferente de nossas "definições" e ser mais feliz!
"Tudo vale a pena se a alma não é pequena." :)

B e i j o *