terça-feira, 30 de outubro de 2012

Apresentação de um livro!

No Sábado fui a mais uma apresentação de um livro. Mais do mesmo, diria eu! Uma primeira parte de intervenção política e social e uma segunda parte a viver da surpreendente chamada dos co-autores para se apresentarem em público. Do livro propriamente dito, nada! Como querem que compre um livro se nem o apresentam? E se esperavam que os co-autores o fizessem de uma maneira inesperada e muito menos sem o livro na mão, estavam muito enganados. Além disso, os escritores são tudo menos gente extrovertida em público. As melhores manifestações de um escritor são no papel e compreende-se que não sejam obrigados a brilhar oralmente. Para a próxima repensem a forma de divulgação da obra. E pelos vistos será dedicada ao amor, de certeza que não faltará imaginação. Assim o desejo...Sobre certezas, apenas sei que será mais um passo no caminho de um sonho de uma amiga muito especial. Para mim será chapa 5!

6 comentários:

Alexandra disse...

Subscrevo a ultima parte do teu post... nem sempre consigo conversar, prefiro escrever... uma mania que adquiri com os anos... mas estou a melhorar!

Quanto ao ter algo, tens de me explicar isso melhor e já agora dizer se a história já foi terminada!

Beijo, Gonçalo!

Gonçalo disse...

Alexandra:

Os escritores por norma são tímidos. Usam a escrita para dizerem aquilo que não conseguem falar. Eu tenho evoluído imenso para neste momento não ser um típico escritor.

Beijinhos e até já :)

Raven disse...

Sabes o que me incomoda nos lançamentos de livros? A falta de intimidade com a literatua.
Já fui a um lançamento em que, no fim, até tinhamos de colocar a mão numa bolsa cheia de papeis e fazer a pergunta que nos tinha saído na "rifa". E porquê lançar livros em grandes superficies? E as antigas livrarias com as suas estantes centenárias, aquele cheiro tão caracteristico a palavras valiosas...?

Gonçalo disse...

Raven:

O local desta apresentação foi muito bem escolhido, ao estilo que sugeres. Mas não há forma que valha quando o conteúdo falha e não podemos criar uma forma de divulgação vivendo do acaso ou do estado de espírito de cada um de forma inesperada. Tal como as rifas, cultura é boa demais para ser rifada.

Beijinhos :)

Kim III disse...

Uma apresentação de um livro em que não se fala do livro é um bocado improdutivo...

Gonçalo disse...

Kim III:

Um bocadinho, mas foi uma questão de amizade também :)