segunda-feira, 29 de março de 2010

II Encontro Nacional de Blogueiros: o rescaldo!

“assumo o meu enorme apreço pelo povo do Norte do País, um povo destemido, aventureiro, frontal e simples. E confesso que tenho grandes esperanças sobre a elevada adesão dos blogueiros do norte neste evento…”
Gonçalo Cardoso, 25/1/2010

As expectativas são o princípio da desilusão, mas dificilmente conseguiremos ser felizes e activos sem expectativas. E uma das minhas expectativas para este encontro passava por uma elevada adesão de participantes, no mínimo ultrapassando a fasquia dos 12 participantes do Encontro em Lisboa.

A fasquia foi ultrapassada, 13 participantes, no entanto cheguei a temer pelo pior na tarde de sábado, pela ausência prolongada de alguns blogueiros que já tinham confirmado há algum tempo a sua presença e pelas inevitáveis desistências de última hora. No entanto, em cima da hora o inesperado aconteceu! A Tânia (Tatanita nas Nuvens) e o José Luís Reis (JLReis) apareceram no jantar para simplesmente deixar um sorriso ou uma palavra de incentivo, numa atitude de grande dignidade. A autora do blogue Fragmentos Culturais confirmou a sua presença enquanto eu estava a estacionar o carro, revelando que levaria mais uma pessoa, neste caso a sua filha Vanessa. E já no restaurante fui surpreendido pela presença de C Rodrigues (Caderno de Exercícios) e Sérgio Sousa (Cogitare em Saúde) que não tinham confirmado a sua presença. Apeteceu-me na altura acrescentar mais um adjectivo ao povo do Norte: surpreendentes!

A surpresa foi tanta que deixou o empregado de mesa com os nervos em franja, obrigando-o a alterar a disposição e o número de lugares da mesa, naquilo a que eu chamo o primeiro “grande momento do empregado do mês”…

As pessoas foram chegando e juntando-se à mesa e a certa altura o ambiente estava tão intenso entre pessoas que se estavam a conhecer pela primeira vez que a Vanessa achou que estava num dos filmes de Woody Allen. Curioso, não?

A Fatucha lembrou-se do primeiro encontro e decidiu aparecer em espírito através de uma simples e sentida mensagem lida pela sua grande amiga Izzie, que por coincidência a tinha conhecido pessoalmente há um ano atrás. Belíssimo Fatucha, é este o espírito!

Entretanto, o lombo chegava para todos sem qualquer pré-aviso, quando algumas pessoas escolheriam o bacalhau em detrimento do lombo. Mais um cabelo branco para o empregado de mesa que já não nos podia ver nem cobertos de ouro, chamando de imediato o patrão, o cordialíssimo Sr. Fortes, que resolveu logo a situação com a liberdade de escolha para todos. O bacalhau apareceu, após um valente pontapé do empregado de mesa na porta da cozinha, naquilo a que posso chamar de segundo “grande momento do empregado do mês”.

A disposição dos participantes era boa demais, provando que na diversidade está o ganho, sendo confirmado no momento da leitura dos textos dos blogues de cada um. Houve de tudo, desde textos sobre o amor, passando por reflexões sobre as perdas e momentos críticos da vida e, imaginem só, até poesia sobre noites bem passadas… Claro que cada texto era motivo para mais um brinde, e a oportunidade para cada pessoa mostrar o seu blogue por palavras, evidenciando-se neste momento o verdadeiro espírito do blogueiro! Em jeito de balanço final da leitura dos textos, foi inicialmente lida a letra da música “Eu Não Sei Quem Te Perdeu”, de Pedro Abrunhosa, para depois, e a pedido de várias famílias, ser representada por mim através do canto. Confesso que tive pena do Manuel Moura dos Santos não ter aparecido, ou então não…

No final, cada participante teve a oportunidade para assinar uma dedicatória no Livro das Recordações dos Encontros Nacionais de Blogueiros, enquanto fazia um balanço geral da noite em voz alta, ou como se chegou a dizer várias vezes, numa voz “mais forte”…(vocês sabem do que eu estou a falar…)

Não tive a oportunidade de fazer o meu discurso final porque o restaurante já estava a fechar, mas aproveito para deixar aqui algumas palavras gerais sobre o encontro, prometendo que em breve farei uma apreciação individual sobre cada participante.

Assim, mesmo sem ter a elevada adesão que desejaria, julgo que voltei a estar perante um grupo com um número talvez desejável para uma maior interacção entre todos, e cumprindo os propósitos por mim estabelecidos na existência de uma verdadeira partilha do espírito do blogueiro, com uma capacidade de abertura e interacção fantásticas entre os recém-conhecidos participantes. Este fenómeno é tão interessante como indescritível, podendo mesmo merecer um estudo de investigação na área das ciências sociais. Porque não? Além disso, provámos que o mundo das redes sociais não vive apenas de pessoas fúteis e sem sentido, revelando pelo contrário que as pessoas especiais existem e que a blogosfera é um exemplo de modernidade e recheado de pessoas que sabem ser, estar e viver.

A noite de 27 de Março ficará marcada para sempre na história pessoal de cada um, pela diferença e originalidade, e por aquilo que poderá vir a existir consoante os seus interesses pessoais. Foi assim no primeiro, poderá ser assim no segundo encontro, basta querermos!

E para terminar, deixo a novidade. Haverá 3ª edição do Encontro Nacional de Blogueiros. Preparem-se!

24 comentários:

Poetic GIRL disse...

Que pena eu tenho de não ter estado com voçês, Mas acreditem estava em pensamento! beijinhos todos. bjs

tatanita disse...

Oláaaaa

Apesar de ter estado convosco pouco tempo... ADOREI aparecer... espero que todos tenham gostado do "docinho" que vos deixei :D

Beijinhos e.... venha o próximo hihihihihi

Gonçalo disse...

Poetic Girl:

Também estiveste em pensamento durante o encontro. Eu e a Izzie chegámos a falar de ti e na pena que tivemos na tua ausência. Queria dizer-te pessoalmente que escreves muito bem :)

Beijinhos e até à próxima!

Gonçalo disse...

Tatanita:

Gostei imenso da tua presença, mesmo por pouco tempo conseguiste valorizar o evento e contribuires com aquilo que podias. Não gosto de impossíveis e tu fizeste o possível. Parabéns!

:)

Beijinhos grandes***

izzie disse...

Eu já fui deixando as minhas impressões um pouco por todo o lado... para além do sorriso na cara sempre que me lembro de cada um de vocês!

Tatanita: Adoramos os rebuçadinhos... e o empregado do mês também! Foste verdadeiramente um doce!

Bela: Para a próxima estás lá... não queiras perder os elogios do Gonçalo, acredita!

Beijinho,

Natália Augusto disse...

Parece que se divertiram e muito. As cenas do "empregado do ano" devem ter sido hilariantes.
Logo haverá mais. Vamos ver se consigo ir.

:)

Fatucha disse...

olá! fiquei com pena de não ter ido, mas ao mesmo tempo estou satisfeita, por ter contribuido com um texto para marcar a minha presença:) e agradeço á Izzie e a ti Gonçalo por te disponibilizares desta forma tão generosa! beijinhos e até uma próxima!

Vera Carvalho disse...

A descrição pessoal do encontro foi feita via Sérgio. Desculpa Gonçalo não poder ir também , mas não era boa companhia "enjoada".

Enviamos um abraço a todos e sei de fonte segura que todos eram muito simpáticos e que o ambiente foi muito engraçado e acolhedor. Em breve iremos linkar os blogs que passamos a conhecer e passaremos a ser visitantes assíduos !

Gonçalo disse...

Izzie:

És uma querida!Como é tão bom espalhar sorrisos inocentemente apenas porque somos seres relacionais com seres especiais!

:)

O empregado do mês gostou tanto dos docinhos que ainda o chegámos a apanhá-lo bem "quentinho" na madrugada do Porto. E ainda se lembrava de nós! :)


Bela, gostaria mais de te elogiar pessoalmente. Pensa nisso ;)

Beijinhos *** :)

Gonçalo disse...

Natália Augusto:

As cenas com o "empregado do mês" não correram lá muito bem, mas teve a sua piada principalmente por tudo aquilo que um empregado não deve fazer mas faz!

:)

Quem sabe se o próximo encontro não será mais perto de ti. Conto contigo!

Beijinhos***

Gonçalo disse...

Fatucha:

Estiveste presente de duas formas. Em espírito através do texto e fisicamente através da Izzie. Tal como a Izzie diz, vocês são a divisão da mesma essência!

:)

Beijinhos e até à próxima!

Gonçalo disse...

Vera:

Eu percebi as razões da tua ausência e percebi que era por uma boa causa. Fico muito feliz por vocês :)

O grupo que se criou é de facto uma referência de bem estar e viver, daí o Sérgio não ter perdido a oportunidade para te contar as novidades do encontro.

O Sérgio é um fixe, portanto cuida bem dele que sei que não será difícil :)

Beijinhos para ti e um abraço para o Sérgio!

Fragmentos Culturais disse...

... como sabes o acaso - mas há acasos?! - me levou a fazer parte do amistoso grupo, no momento em que minha 'amiga muito especial' - a do 'parece um filme de Woody Allen' ;) me levou a percorrer caminhos distintos dos previamente estabelecidos! Quem me diria?! E foi bom!

Assim, vi-me rodeada de pessoas lindas! Momentos encantadores, alguns pitorescos como o 'senhor empregado' (não fora a 'Sorrisinhos' para o acalmar...) e muita poesia vivenciada! Fragmentos de vida que se guardam na memória dos afectos.

Beijinho,
:)

Celisol disse...

Ainda procurei as palavras certas para definir o momento, mas não vale a pena insistir, provavelmente não as irei encontrar. Numa atitude egoísta, esqueço as palavras e a definição fica em mim, a percorrer-me as veias sob a forma de emoções que produzem um sorriso a cada batimento cardíaco.

DoceSussurro disse...

Clap Clap Clap Clap Clap Clap

Aplaudo te mais uma vez Gonçalo :)

Continua!!!

Beijinho, doce*

Susaninha disse...

Mas que descrição perfeita...
É ENGRAÇADO QUE CADA UM TEMOS A SUA MANEIRA DE EXPRESSAR....
Mas uma coisa temos em comum , a ALEGRIA DESTE ENCONTRO...

Tu cantas , tu encantas...
Sir Gongas sem duvida o melhor RP DOS BLOGUES PORTUGUESES:):)
SUUUUUUUUrrisinhos:)

Gonçalo disse...

Fragmentos Culturais:

A diferença entre a felicidade ou o vazio pode estar entre estes pequenos empurrões entre a ausência e a presença. A minha divulgação do encontro pela blogosfera ressalvava muito esta questão motivacional por uma oportunidade única. Aliás, como referi no slogan deste encontro "Um Segundo para mudar a tua vida!". Nem sempre conseguimos ter um amigo para dar um desejado empurrão para a felicidade, por isso o empurrão deverá vir de dentro e colocar a emoção em detrimento do risco! Falo por experiência própria que também sinto por vezes este conflito interior. Normalmente vence a felicidade :)

Um beijinho grande para ti *;)

Gonçalo disse...

Celisol:

Há muita gente que gostaria de beber do teu sangue e sorrir como sorriste nos últimos dias. És uma privilegiada!

:)

Orgulho-me de ti, sabias?

Um beijo *;)

Gonçalo disse...

Doce Sussurro:

Mais um brinde para a mesa dos "fixes"?

:P

Como diz Jorge Palma, "a gente vai continuar", e o bem será o combustível!

Beijinhos, fofos ***;)

Gonçalo disse...

Susaninha:

Esta alegria reinante em todos os participantes no pós-encontro foi talvez uma meta mal definida por mim mas que se concretizou. A minha meta passava muito pelo "casulo de emoções" durante o encontro, daí talvez exigir uma elevada adesão, mas julgo que o mais importante foi a qualidade dos presentes que é indiscutível que proporcionou uma extensão da alegria do encontro. Sinto-me feliz, a vossa prolongada emoção realiza-me!

Obrigado pelos elogios musicais, mas acredita, eu consigo bem melhor do que consegui na interpretação daquela música. Se fosse hoje teria feito a interpretação com uma pequena variante: cantar ao longo da mesa, passando por todos os participantes...

Um beijinho grande para ti com surrisinhos *:)))))))))))))

Vanessa Carvalho disse...

Adorei a descrição do jantar!
Estou com um pressentimento que a próxima vez que te vir vai ser na tv num desses programas de caça talentos musicais!!!! Vais tornar-te uma estrela pop e vais deixar estes encontros blogueiros de lado!:))

Beijinhos!

Gonçalo disse...

Vanessa:

Muito obrigada minha querida. Já percebi que também já fazes parte do meu clube de fãs musicais! Mas os encontros de blogueiros continuarão a existir, quiçá com o Manuel Moura dos Santos :P

Um beijo grande *:)

Fragmentos Culturais disse...

... não percebi essa '... entre a felicidade e o vazio...' mas depois me explicarás melhor essa tua teoria :)

Muito obrigada pelo teu carinho!

Beijinho*

Gonçalo disse...

Fragmentos Culturais:

Quando falo de felicidade, falo na minha felicidade em desafiar-me pela aventura e o desconhecido em detrimento do vazio provocado pela falta de experiência, seja por que razão for!

Tenho vencido e este encontro foi mais uma vitória. Um dia conto-te melhor a génese primária desta iniciativa :)

Beijinhos***