sexta-feira, 11 de março de 2011

O Verdadeiro Espelho!

O tempo é uma escola de vida!

Assumo a minha ingenuidade na adolescência, o meu carácter utópico em fases pós-adolescentes imediatas, mas os últimos anos provam que estou mais maduro e com uma atitude diferente para os que gostam de mim, e para os que não gostam ou ignoram, também. E assim vou continuar, mas com atitudes mais radicais…

Ser bom não significa ser submisso e a dureza faz parte da identidade dos melhores. Mais que não seja a dureza de opinião sobre aqueles que gozam a vida pela metade e vivem no mundo da amizade do nada!

Sou amigo. Só isto bastaria para provar a pessoa de bem que sou. Sou uma pessoa inexcedível para os meus amigos, mas os amigos do presente são menos do que os amigos do passado, sendo simpático chamar alguns de “amigos”. Ser amigo é fazer crescer o outro, é estar presente, é surpreender, é acima de tudo ser diferente e excepcional com orgulho!

Os últimos dias reforçaram outras coisas, para o bem e para o mal.
Para o mal, e para primeiro ponto, este mundo está cada vez mais carregado de individualismo, num atraso profundo de evolução gritante! Em segundo lugar, continuo a perder imenso tempo com pessoas que não merecem o que sou e declaro que imediato que existirá um radicalismo crescente de atitude.

Para o bem, tenho raríssimas mas boas pessoas como eu, pessoas que transmitem confiança e que estão comigo por vontade própria e não estão comigo por motivos excepcionais, escusando-se a escudar-se por trás de meias desculpas. Tenho os melhores amigos do mundo e a estes atribuirei a minha exclusividade!

Não fui totalmente claro, apesar de ter sido mais aberto do que desejava, mas para bom entendedor, meia palavra basta… Assumam-se!

(Música: 30 Seconds To Mars - This is War)

19 comentários:

Buxexinhas disse...

Subscrevo cada palavra... Revejo-me em cada mas mesmo cada palavra... Sou o que sou... Quem gostar de mim tem de aceitá-lo... ;) Óptimo texto Gonçalo! Beijinho grande

Sus disse...

As verdadeiras amizades reconhecem-se, e nem são precisas palavras. E a ausência de convivio não diminui em nada o sentimento. Na vida passamos por muitas coisas, que nos fazem crescer, em muitos sentidos, mas acima de tudo precisamos sempre de ter presenta que a vida é uma lição constante, e ela vai mudando, ao mesmo tempo que nós também mudamos.
Os verdadeiros amigos permanecem sempre apesar dessa mudança, e neste ponto posso considerar-me uma felizarda, porque tenho muitos e que merecem a minha estima incondicional.

"Ser bom não significa ser submisso..." este pedaço fez-me lembrar algo que a minha avó sempre dizia: "quanto mais nos baixamos mais o cu se nos vê", portanto, sejamos exigentes em tudo o que fazemos. E quem não gostar, paciência.

Beijinhos e bom fim de semana

Gonçalo disse...

Buxexinhas:

Senti mesmo o teu apreço por cada palavra. Há palavras que não são apenas nossas e parece que qualquer um de nós poderia escrever. Infelizmente, por motivos menos bons, mas compenso-te com coragem!

Beijinhos*** :)

Gonçalo disse...

Sus:

Gosto de te ler...

Beijinhos ;)

Rafeiro Perfumado disse...

O tempo é um excelente professor, apesar de ter o defeito de matar os alunos. Assumir-me? Sempre, pá!

Abraço!

Gonçalo disse...

Rafeiro Perfumado:

A tua inteligência demove-me!

:)

Um abraço!

Eli disse...

Sabendo o que sei e conhecendo-te como te conheço, digo apenas que este texto é uma ponta de um iceberg!

:)

P.S. Até logo.

:))

Teresa disse...

Eu sou catequista e como a maior parte sabe uma das áreas que mais se aborda nas catequeses é o bom e o mau - como ser bom e como ser mau... nos anos que tenho como catequista tenho crescido e enriquecido como pessoa mas um dos episódios que recordo mais amiúde passou-se com uma menina que na altura tinha 7 anos que me disse "O Padre Jorge diz que ser bom, não é ser banana" e sempre penso nisto quando em situações similares à que atravessas agora.

Mas sabes que mais? Se achas que estás a perder imenso tempo com pessoas que não merecem o que és, dá-te por feliz. Porque continuas a acreditar e a investir em algo que te faz bem e melhor. Tem pena é daqueles que não souberam aproveitar esta oportunidade única da vida que é fazeres amigos. Dos que contam... Como Tu!

Ah, e do alto da minha velhiçe deixa-me dizer-te que este tipo de desabafos - em pessoas como tu - são da boca para fora ;). Porque não consegues fugir à tua construcção emocional, intelectual, social e quando vires uma nova oportunidade lá estarás na fila da frente.
Um beijinho e bom fim-de-semana!
Teresa

Gonçalo disse...

Eli:

Estarei disponível para mostrar o iceberg completo de forma pessoal, mas nessa altura preparem-se para as verdades que irão ouvir! Gostava que as pessoas já tivessem essas verdades, mas ainda vivem no mundo do discurso...

Beijinhos***

Gonçalo disse...

Teresa:

A pena que essas pessoas me provocam deixam-me triste porque além do meu tempo é o meu espaço. Um espaço contaminado de egoísmo! Não me revejo...

E não digo isto da boca para fora, assumo que este radicalismo será crescente porque não consigo um corte radical, mas o corte existirá com o tempo. As oportunidades a novas pessoas continuarão a existir mas comigo só estará quem me merecer! E do passado há muito para cortar...

Beijinhos e obrigada pela partilha :)

Sus disse...

Gonçalo,
A vida ensina, mas nem todos tiram as lições para continuar a andar, e muitos há que nunca aprendem. Espero que esse radicalismo não te contamine por dentro... às vezes apenas devemos deixar que os outros sigam as suas vidas, caminhos diferentes dos nossos... que um dia se cruzaram na nossa estrada por algum motivo, mas que não tendo mais nada a acrescentar, simplesmente seguem noutra direcção.
E quem permanece na mesma estrada que a nossa, é porque tinha assim de o ser, como costumo dizer, a porta é serventia da casa... e tanto serve para deixar entrar, como sair, sem mágoa ou ressentimentos.

Beijinhos**

Cristina disse...

Somos dois!
Também tenho os melhores amigos do mundo!
Quando o amor e amizade são reais, não importam outros factores. Os amigos são irmãos, têm asas pra nos carregar. Adoro os meus.
E adoro a tua visão.
PS: continuo pelo Alentejo à tua espera, com muita amizade para distribuir ;)

A Escafandrista disse...

oi, gonçalo, fikei feliz ao ver seu post desculpe passar aki só agora, mas estou enferma.. assim q melhorar retorno. bjs

nuvemdoce disse...

Gonçalo, tem muito pouco tempo que te visito, no entanto já deu para perceber que a palavra "amigo" para ti é como uma semente, precisa ser cuidada e preservada, e não jogada ao vento, por conta da natureza.
Foste bastante claro, pelo menos quem aprecie transparência e se identifique com a tua postura, consegue entender esse alerta e assumir as suas intenções e laços mais fortes.

Estás no bom caminho, e eu sigo atrás de ti, ou á frente, talvez ganhe vantagem pelos anos a mais, no campo da experiência, pois faz muito tempo que vivo tudo por inteiro e quando me olho no espelho de vidro e da alma, gosto e aprecio o que vejo!!

És muito bonito!!...Assumo!!..

Beijokas

Gonçalo disse...

Sus:

Percebo a tua sugestão e admito que este radicalismo terá que revelar também sensatez e justiça, sem colocar em causa os valores da fraternidade para quem merece.

Obrigada pela tua validade!

Beijinhos*** ;)

Gonçalo disse...

Cristina:

Espero partilhar da mesma filosofia, em breve, contigo, no Alentejo!

Beijinhos *** :)

Gonçalo disse...

A Escafandrista:

Vai e volta, mais sã e com a maturidade que demonstras no teu blogue.

Beijinhos e as melhoras ***

Gonçalo disse...

NuvemDoce:

A frase do dia vai para ti e ambos sabemos do que falamos!

:)

A amizade é importantíssima para mim, e se o meu grau de exigência de intenção e preservação na amizade para os outros é fundamental, não posso admitir menos para mim.

Estarei progressivamente mais próximo de quem me merece!

Beijinhos e até breve :)

ana disse...

Sabes, avancei no meu caminho e, depois da revolta por ver que existiam pessoas nessa condição de não merecedoras nem interessadas de estar ao nosso lado, passei a aceitá-lo com tranquilidade. Hoje em dia é algo natural, como um íman, atrai-me instantaneamente quem gosta de mim e o resto... é apenas resto!

Beijoca