segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

A Minha Mensagem de Natal

No primeiro Domingo do Advento Natalício, o pároco da minha freguesia teve uma frase soberba na homília, referindo o seguinte: “No Natal deveremos destacar o essencial e ignorar o acidental”, a propósito da actual época consumista e de valores mais materiais que espirituais.

A frase aborda uma mensagem de repetição anual, mas uma repetição intemporal e com progressiva pertinência, numa época em que os valores morais são cada vez mais substituídos pela competitividade, ganância e inveja.

Natal é época de reflexão, de comunhão, de nascimento de novas oportunidades de evolução, muito mais do que qualquer bem material ou mesa farta, apesar de considerar que estes poderão ser bons complementos para uma corrente de alegria e paz que perdure nesta e noutras épocas extra-natalícias.

Efectivamente, Natal é uma grande oportunidade para a reconciliação entre pessoas desavindas, para o acolhimento de um sem-abrigo no nosso seio familiar mais rico e quente e para a promoção de uma solidariedade verdadeira e regular. Natal é passar esta quadra com um colega de apartamento de naturalidade Romena, que por impossibilidade de estar com a sua família, passará um Natal mais confortável e partilhado no meu seio familiar. Há gestos que fazem toda a diferença, porque dádiva não depende de contas bancárias, dádiva depende de bom senso e coração, por um mundo em que o equilíbrio do todo depende do equilíbrio individual.

Sendo assim, partilhando e analisando a minha reflexão, desejo-vos um Feliz Natal, em que a paz e o Amor sejam o denominador comum de cada experiência natalícia, por uma evolução pessoal e por um mundo melhor!

:)

5 comentários:

Silvia F. disse...

Que linda mensagem de Natal e que lingo gesto :)

Acho apenas que Natal assim deveria ser o ano inteiro mas se nem num dia o é quanto mais num ano.

Já adorei o Natal, estou actualmente numa fase de ódio porque não consigo encontrar o tal espírito como o encontrava em criança.

Apesar de tudo desejo-te um Santo e feliz Natal.

Beijinhos

Anónimo disse...

Um dos meus melhores presentes de natal eu recebi no ano de 2008 e o que é melhor "antecipadamente", mesmo longe da minha mãe, irmãos, sobrinhos...mas perto de uma outra família que me acolheu com grande carinho me fazendo sentir em meu próprio meio familiar. Nunca concebi este dia associando-o a bens materiais mas à luz da essência da vida:amor,fé e união. Acreditem, se tens fé: eu rezei o ano inteiro para que neste natal Deus realizasse em mim grandes momentos espirituais e isto se concretizou. Posso dizer que, em meio a tantas dificuldades que eu precisei enfrentar para receber esta graça, "eu estou muito feliz assim" pois a alegria do coração vem dos desafios que temos frente às dificuldades e o poder, concedido por Deus, para sermos fortes e enfrentarmos...à luz de sua presença viva.
Mas não pára por ai às surpresas de Deus: vou ter o privilégio de está entre outras famílias no dia 24 e com minha "maninha caçula" e meu cunhado que estarão chegando em especial para passar o restinho do ano comigo...ja até antecipei que a casa é mt simples mas meu coração é grande para a acolhida :)
DEUS É TUDO PRA MIM.
*Dizem que quem anseia o amor, encontra um tesouro...posso dizer que este natal me proporciona tudo isto. E por isto, só sei dizer "obrigada, meu Deus. Obrigada, meu Deus".
Bebê, te quero muito. Um natal abençoado à você, D.Alzira, Sr.Antônio, Rita(e esposo), Beatriz, David e todos os seus queridos...e um ano novo repleto de realizões naquilo que Deus lhe confia.Obrigada por tudo. Conte sempre comigo :)

Huma Senhora disse...

Feliz Natal Gonçalo.
Um beijo

Anónimo disse...

Feliz natal!
Próspero ano novo!
;-)

Eli disse...

Lindo e natalício. Atitudes assim demonstram grandeza de sentimentos nobres. Parabéns!

:)