segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

Vazio Perturbador


Não sei o que se passa, senti a magia do Carnaval no ar durante a última semana mesmo sem gostar do Carnaval, senti uma maior aproximação de algumas pessoas, consegui juntar algumas pessoas especiais da minha vida de uma forma original, mas neste momento a única coisa que sinto é um vazio interior que me incomoda e que não me deixa estar bem comigo mesmo.

Recentemente, as tempestades tem sido maiores que as bonanças e as discussões tem sido quase uma constante tanto com a família como com os amigos, revelando uma pessoa que eu acredito que não sou. Mesmo pensando agora a quente e a sentir a dor da ausência em mim, acredito que tenho mostrado ser uma pessoa arrogante, fria e sem uma ponta sentimental e que acabarei por afastar as pessoas que menos me conhecerem, e logo pelas piores razões, e a magoar as que melhor me conhecem. Se há razões que não admito para o afastamento de alguém é a minha frieza e arrogância porque conhecendo-me bem eu sei que não sou assim, eu apenas tenho por vezes o coração ao pé da boca e preciso de dizer o que sinto para não mostrar cinismo com as pessoas.

Ultimamente tem sido discussão atrás de discussão, afastamentos progressivos das pessoas, conflitos com pessoas que não merecem as minhas palavras infelizes, sendo assim eu peço desculpa se o meu discurso tornou-se mais ofensivo e por alguma razão fui a causa da mágoa de alguém.

Tentando compreender melhor as razões para tais comportamentos, julgo que a falta de novidades recentes na minha vida tem aumentado a futilidade da minha vida, deixando-me mais ansioso e com uma seriedade cruel.

Sou um lutador e conquistador da minha própria felicidade e como sei que a minha felicidade também depende da felicidade alheia, vou continuar na batalha dos desafios da vida, encontrar as surpresas agradáveis e continuar-me a mostrar em evolução pessoal para mim e com os outros.

Obrigado pela atenção e pela força que me têm prestado, sem vocês não conseguiria sentir a alavanca para ultrapassar este obstáculo, muito obrigado...

7 comentários:

disse...

Costuma dizer-se que a vida não é complicada, complicado é saber vivê-la mas muitas vezes acho a vida por si só já é complicada e tudo fica ainda mais difícil sabendo que o ser humano é um ser complicado! Mas nem tudo tem que ser mau...ás vezes não fazemos nada para tentar melhorar a nossa situação deixando que a tristeza se apodere de nós! E a receita para superar as vicissitudes da vida é olhar em redor e tomar consciência de que há pessoas numa situação bem pior que a nossa! O desafio consiste em conseguir aceitar que poderíamos estar bem piores...e nem sempre o conseguimos, essa é a realidade. Mas para te ajudar nos momentos mais difíceis estarão cá, sempre, as pessoas que te querem bem mas infelizmente nem sempre as vês! Acima de tudo não deves baixar os braços porque, e sem querer ser pessimista, a vida é madrasta! Deves encarar os problemas como desafios que a vida impõe para ver o quão "guerreiros" somos e se nos dermos por vencidos logo no primeiro obstáculo estamos apenas a provar que somos fracos! E lembra-te que, embora doa muito, ultrapassar esses obstáculos torna-nos mais fortes para enfrentar os que virão que serão com certeza muitos mais e isso é bom sinal, é sinal que enquanto tiveres problemas estás vivo, no sentido verdadeiro do termo! Porque não devemos apenas viver por viver mas devemos experimentar todas as nossas emoções mesmo que nem sempre sejam fáceis de ultrapassar!

Nunca tires a tua mão da minha amorzinho…Gosto Muito de Ti, Muito Mesmo.
Por favor nunca mudes és lindo todos os dias!
"Sei de ti mais do que queria, numa palavra, diria, sei te de cor..."
(enquanto desabafavas eu escrevi para ti)

ADORO-TE

Margarida disse...

Sim Gon, eu senti realmente k andaste um pouco irritado e k à mais pequena coisa k não concordasses geravas uma tempestade,sabes bem k aconteceu connosco, mas não vejas isso só pelo negativo ate pq nós embora tivessemos as nossas discussões nunca saímos das nossas conversas chateados cada um vendo o q de mal tinha dito ao outro, é talvez sim a forma de crescermos, pq esta vida não é sempre um mar de rosas, ha dias em que por mt q se queira não estamos bem , temos que respeitar o outro pois ele tb pode nao estar mt bem o q origina as discussões.
Gon defeitos todos nós temos nig é perfeito, agora arrogante nunca te achei, frio já te disse q as vezes reages friamente, mas sei bem que é só naquele momento talvez na tua forma de expor as razoes,sei que depois de td esclarecido voltas a ser aquele Gon meigo, amigo carinhoso que adoro e que quero q faça parte da minha vida por mt e mt tempo.
Adoro-te...por mt k aconteça na minha vida no meu coração estará sempre o teu cantinho.
beijinho do tamanho do mundo.
Tem paciencia cmg:)nunca deixes de ser meu amigo

Anónimo disse...

Sabes...
Existem momentos que que a vida nos leva, ou somos levados por ela a um abismo interior.
O estar bem é relativo, costruir op bem estar é imp+ortante.
Nao te esqueças, tudo na vida é uma liçao, ganha, perde, mas aprende...
Faz de ti bom, para que esse bom faça de ti melhor.
Um abraço grande do teu amigo
Luis Miguel

Anónimo disse...

às vezes os lugares de todos os dias, as pessoas de todas as conversas, os sons de tudo o que nos rodeia sempre, trazem-nos demasiadas memorias, demasiadas dores, lembranças que nao provocamos mas que nos atingem em demasia...
tb queria fugir, em dias assim. mas ha que puxar o nosso lado de teimosia, e manter-nos fortes... no sitio que afinal escolhemos e nos escolheu.
fica, parte, mas nao mudes :) porque é bom saber que aqui, num espaço seguro, posso ler-te.

Cristina Guerra disse...

Pois...ora aí está uma coisa que também me acontece com uma grande frequencia. Eu gosto de dizer tudo o que penso! É a única forma de me sentir bem comigo mesma, mas por vezes digo coisas que ferem terceiros e isso é que é mais grave. Eu sou adepta da teoria que devemos dizer sempre a verdade doa a quem doer e, por isso, muitas vezes me acontece o que te aconteceu a ti. Mas claro que são situações passageiras que, posteriormente analisadas com calma, vemos que não agimos da maneira mais indicada, aceitamos o nosso erro, converssamos civilizadamente com as pessoas que magoamos e tudo se resolve.
Espero que a tua vida melhore muito em breve!

Gonçalo disse...

Estou a passar por uma fase menos forte da minha vida em que o vazio interior, juntamente com a falta de vida exterior incluindo a falta de surpresas e novidades agradaveis na minha vida, tornaram-me ultimamente numa pessoa fácilmente irritável. Nesses momentos digo as coisas que sinto mas demonstro que a calma que possuia anteriormente dissipou-se por momentos, tornando-me numa pessoa mais conflituosa e nervosa.
Não quero ser assim, acredito que não sou assim, e por isso vou procurar o meu equilíbrio, continuar a usar a sinceridade com sensatez e readquirir a calma que me caracterizava.
Para isso, agradeço o apoio que as pessoas amigas me tem dado nos últimos dias, como provam os comentários anteriormente publicados.
Um abraço para todos e aguardem pelo regresso de um Gonçalo mais forte e seguro perante as adversidades.

Anónimo disse...

Já diz o ditado popular que tristezas não pagam dívidas. Se em má sorte te encontrares lembra-te que piores coisas já foram vividas. Se ainda assim triste te encontrares...não te esqueças....há quem de mais graves males padeça. Quantas pessoas passam fome, quantas dormem ao relento,a quantas já des-te pão dizendo "come", a quantas já des-te alento??? "When you're smillin' the whole world smiles with you"