quinta-feira, 31 de julho de 2008

Desafios

Há três motivos para a minha ausência na vida pessoal: a doença, a excessiva concentração ou a insatisfação pessoal. Não estive doente, passei e continuo a passar por momentos de grande exigência mental mas o maior motivo para a ausência n’O Sabor Da Palavra passa pela insatisfação pessoal.

Insatisfação pessoal surge como resultado de incoerência pessoal ou ineficácia na concretização de novos desafios. No entanto, o meu silêncio nada esteve relacionado a incongruências entre aquilo que sou e aquilo que quero ser, mas antes pela dificuldade em sintonizar o que sou e o que quero ser, após o aparecimento de desafios prazerosos mas com metas distantes, dada a actual condição.

Numa palavra, esse desafio chama-se “Aveiro”.

Se por um lado consegui confirmar a qualidade de vida proporcionada pela cidade de Aveiro, por outro lado percebi que seria também um espaço de teste aos meus limites, nomeadamente o teste à minha capacidade de organização e destreza.

De facto, já sabia que teria o desafio que escolhi na organização do meu espaço de habitação, dado que seria a minha primeira vez com uma cama, um fogão, um frigorífico e uma casa-de-banho só para mim. A minha alma já pedia um desafio destes há muito tempo, a imagem mental tornou-se real e o desafio aconteceu…

No entanto, não esperava que na vida profissional estaria reservado um desafio intenso às minhas capacidades de organização, destreza e suporte mental. Pois é, o serviço de Bloco Operatório esperava por mim e nele a possibilidade de evolução que mentalmente talvez já desejasse para uma maior competência profissional. Sinto que já teria alguma qualidade nas competências humanas em enfermagem, mas as minhas grandes lacunas passavam pela técnica, metodologia e destreza manual, e num serviço nitidamente mais técnico teria a possibilidade de me tornar mais completo!

Os primeiros tempos mostraram-me uma realidade totalmente distinta daquela que conhecia, momentos em que o silêncio e a reflexão instalaram-se, mas sempre com o intuito de atingir as metas por mim estabelecidas o mais rapidamente possível. Silêncio esse que se reflectiu n’O Sabor Da Palavra, sendo esta a única partilha do mês de Julho, algo que já não me lembro de acontecer no período de um mês.

Em suma, a vida é feita de constantes desafios, mas o essencial passa por decifrar as mensagens da vida e responder às possibilidades de evolução colocadas tanto nos momentos bons, como nos momentos menos bons. O silêncio e a reflexão são dois dos meios viáveis para atingir o sucesso em situações de insatisfação pessoal, até surgirem as pequenas luzes que abrem o caminho para o sucesso e que, neste momento, permitem partilhar este texto com um maior brilho pessoal!

E vocês, passam neste momento por algum grande desafio?

P.S.: Com o silêncio ultrapassado, praia, mulheres nuas e um pires de tremoços serão uma “dura” realidade para breve…Mi aguardem, hein…:)

14 comentários:

Sorrisos em Alta disse...

Boas férias, então!

Gonçalo disse...

Sorrisos em Alta:

Praia, mulheres nuas e um pires de tremoços terão de ficar entre cada jornada de trabalho...infelizmente as férias foram só em Maio...:S

Um abraço e bom fim de semana:)

Lifepassenger disse...

Boas Férias ... E um bom desafio acorda-nos da realidade, um pouco como o comentário final em Ps..

Abraço e apareça mais vezes

Sorrisos em Alta disse...

Também de que é que te serve isso.... sem umas bjecas a acompanhar?
,o)

Abraço

Gonçalo disse...

Lifepassenger:

És a segunda pessoa a falar em férias quando férias nem vê-las, a isso chama-se tortura :P

Um abraço e aparecei certamente:)

Gonçalo disse...

Sorrisos em Alta:

Bjecas com tremoços só iriam eliminar o prazer do belo do tremoço...era preferível água...(it's my opinion)...;)

Um abraço e boa semana para ti:)

Gonçalo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eli disse...

Quando estou tão próxima e cpnsigo ver a distância, consigo pensar racionalmente!...

:)

Gonçalo disse...

Eli:

Os teus enigmas aumentam o caos mental...

:)

Silvia F. disse...

Até que enfim!! Pensei que tivesse emigrado! Folgo em saber que estas bem, apesar de tudo. E aproveito para desejar-te boas férias, ok?



Hihihihihihihi
Percebi... não tens férias, foi só para te irritar já que te ausentaste sem dizer nada! Grumfff!

Agora vamos lá ver se te dá outro surto de ausentice aguda!

Beijinhos

Gonçalo disse...

Sílvia:

Julgo que começo a descobrir o antídoto para a ausentice aguda :)

É verdade, vais ter de me aturar mais vezes :P

Beijinhos e boa semana para ti:)

Anónimo disse...

Até que enfim, pensei que tinhas apanhado o barco e navegado para outras bandas.
Pois é Gonçalo a "novidade" é sempre um grande desafio, é um teste a nós próprios que nos temos que testar, e isso parece um bico de sete cabeças, mas pára, vai até à Ria e senta-te, mentalmente, tenta traçar metas, e verás que essas metas não passam de desafios à tua pessoa. Já tens a "teoria", agora aplica-a na prática.
Pensa que "meditando" um pouco em "nada" verás que as ideias saem sem dares conta.
Um beijo
Ana

Gonçalo disse...

Ana:

A meditação no "nada" mostrou-me o desafio que tinha de percorrer, e julgo que já o estou a percorrer com resultados muito interessantes:)
Infelizmente tenho sentido pouco tempo de vida pessoal, preciso de equilíbrio e espero que o tenha em breve...:)

Beijinhos grandes e fica bem:)

Huma Senhora disse...

Obrigada pelo comentário deixado no meu espaço.
Deixo um desafio: continue a desafiar-se todas as manhãs! ;)

um beijo